Entrosamento humano

Submitted by gfraenkel on Thu, 04/05/2018 - 11:49
pensamento

Penso que o entrosamento humano ocorre na medida em que produzimos calor pelo esforço para fundirmos corações.

Sem este esforço de fusão nos limitamos ao entrosamento material, que é de ordem animal.

O coração frio se esvazia e falta-nos subjetividade; nos sentimos menos humanos, o que nos leva a querer fundir corações.

Por outro lado, à medida em que fundimos corações, nos sentimos plenos e supridos, o que nos impulsiona para manifestações subjetivas cada vez mais complexas que materializam intrincadas construções impossíveis aos animais.

Como seres humanos, estamos destinados a constituir uma obra de corações fundidos, repleta de subjetividade, que transcende a dimensão animal e aquece o universo transformando-o de maneira única e bela.

Assim vejo a forja divina, a criação, que se serve das próprias criaturas para gerar fenômenos de inequívoca beleza e de grandeza espiritual de crescente complexidade.